Exclusivo: confira as mudanças no secretariado da prefeitura de Camaçari

Outra novidade é a criação da Secretaria de Turismo

Na manhã desta terça-feira (13) o radialista Roque Santos falou com exclusividade durante o programa Bahia no Ar sobre as mudanças no secretariado da prefeitura de Camaçari.

Em primeira mão, no dia 15 de dezembro, Jorge Curvelo será eleito presidente da Câmara Municipal de Camaçari, e segundo Roque Santos a bancada marchará unida.

O vice-prefeito José Reis Tude vai assumir a sub-prefeitura com sede na orla. Dessa forma a região será assistida de perto e terá mais proximidade com o poder público.

Outra novidade é a criação da Secretaria de Turismo. O
vereador Gilvan Souza (PR) que é de Vila de Abrantes recebeu o convite para assumir a pasta do turismo.

Cristiane Bacelar segunda suplente do PR pode assumir a vaga de Gilvan. Cristiane na última eleição teve 921 votos em Camaçari. A mesma mudou de partido e foi para o PRB sair candidata a deputada.

Dessa forma por infidelidade partidária Carmem Siqueira poderá requerer o mandato. Pois a suplência é do PR. De fato Cristiane Bacelar toma posse assume a vaga de Gilvan, e cabe a justiça eleitoral requerer ou não a infelidelidade partidária.

3 Comentário

  1. A prefeitura acerta quando reativa a prefeitura avançada da Orla, pois esta área da cidade realmente precisa de uma atenção especial do poder municipal. No entanto, não concordo com a criação de mais uma secretaria, para abrigar prepostos dos partidos, pois o turismo está intimamente ligada com o desenvolvimento econômico e já está corretamente na SEDEC, onde se trabalha na atração de investimentos das empresas em novos hotéis e promoção de nossos atrativos. Esse ação no meu entender é um contrassenso, pois enquanto deveríamos está racionalizando a máquina para que tenhamos recursos para investimento em áreas prioritárias como educação e saúde estamos criando novos cargos onerando o poder público. Observe que novo governo federal há um esforço para redução de ministérios e aqui Elinaldo quer criar novos cargos e secretariais. O turismo precisa é de verbas e de um coordenador competente para tomas as ações corretas que a área merece e não de mais dezenas de apaziguados políticos para atrapalhar.

  2. Para que criar secretaria de turismo, se estão destruindo a nossa orla? Em especial, Arembepe. Mais um tiro no pé! Tenho certeza que a Justiça Federal dará a resposta quanto ao que está acontecendo em Arembepe.

  3. Enquanto cria nova secretaria, surge a necessidade de novos cargos, da contratação de comissionados e terceirizados e a educação e saúde ficam ao Deus dará.
    O servidor então coitado com três anos sem reajuste salarial e pelo visto vai para o quarto ano…
    É isso aí, servidor efetivo, educadores, esses que faz a máquina pública funcionar, não tem prestigio, moral nem vez mesmo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*