EXPULSARAM A LEO KRET

Depois de 7 anos no grupo, a vereadora Léo Kret não faz mais parte do Saiddy Bamba.

A dançarina foi expulsa da banda há cerca de 2 semanas e disse ter sido pega de surpresa quando foi chamada para uma conversa durante o ensaio dos músicos e chegando lá recebeu a notícia que não fazia mais parte da família.

Léo ainda pediu para fazer um último show de despedida para poder dar uma satisfação ao seu público, mas nem isso foi permitido e a sua última apresentação foi na cidade de Amélia Rodrigues, interior baiano, 1 dia antes da sua expulsão.

Há tempos que alguns músicos vinham destratando a vereadora, a deixando de fora dos eventos e a boicotando, “Nos shows eu não era mais chamada ao palco para dançar, parecia que eu nem estava ali, me desprezavam totalmente”, desabafou.

“Eu que tinha que tirar do meu bolso para comprar os meus figurinos.

Lembro que no último Muquiverão, que teve no ano passado eu gastei uma nota para fazer uma apresentação bonita.

Eu vim linda, dentro de uma gaiola, com fumaça e muitos efeitos especiais.

Coloquei um cabelão, um aplique e coloquei também ventiladores na frente do palco para dar aquele efeito estilo Beyoncé.

Foi lindo! Eles não me ajudaram em nada, tive que arcar com todas as despesas e a resposta do público não poderia ser diferente.

Eles foram ao delírio quando eu apareci.

Mas eu nunca me importei com essa questão do dinheiro, até porque eu sempre dancei por amor e não por dinheiro, e outra, se eu vivesse disso eu estaria toda endividada".

Sem mágoas, Léo disse desejar todo sucesso para o Saiddy Bamba: “Quero que eles sigam o caminho deles e que continuem fazendo muito sucesso.

Jamais desejaria mal ao grupo que me deu a possibilidade de virar uma artista”.