Durante a entrevista ao Bahia no Ar, no começo da tarde desta quarta-feira (13), o deputado federal e líder do Partido Progressista (PP) na Câmara, Cacá Leão assumiu que a possível filiação do presidente Jair Bolsonaro na legenda ‘bagunça’ o jogo no estado.

Sob condições do presidente que não pretende se aliar a um partido que apoia o Partido dos Trabalhadores (PT), em alguns estados, a ida de Bolsonaro para o PP preocupa o jogo político na Bahia, que tem alianças, como a do vice-governador João Leão sendo do partido e o governador Rui Costa, filiado ao PT. João Leão, que é pai do deputado, busca apoio do PT para as eleições de 2022.

Cacá Leão, “é claro que a filiação do presidente Jair Bolsonaro bagunça nosso jogo no estado. Mas eu não tenho nenhum veto, desde que não se perca a autonomia nos estados”.

Por causa desse cenário, o deputado também afirmou que há algumas resistências para a vinda do presidente. “Ciro Nogueira tá conversando, há uma série de consultas aos diretórios estaduais, há algumas condições que estão sendo colocadas pelo presidente e pelo partido”, afirmou Cacá Leão.

Veja a entrevista na íntegra aqui.

0 0 votos
Article Rating