Fim de semana com tempo seco no interior e chuvas fracas no litoral, aponta Inema

Este final de semana, sábado (19) e domingo (20), deve ser de tempo seco no interior da Bahia e chuvas fracas no litoral do estado, conforme previsão do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

Para Salvador e região metropolitana, onde as temperaturas se manterão sem grandes mudanças, a mínima será de 20°C e máxima de 28°C. O predomínio será de céu parcialmente nublado com chuvas a qualquer hora do dia.

De acordo com o instituto, a massa de ar seco que já vem predominando há vários dias continua inibindo a formação de nuvens e as chuvas em grande parte do estado, situação que é mais evidente no oeste, São Francisco, norte e parte da Chapada Diamantina e sudoeste, onde além de manter o céu ensolarado, essa massa de ar contribui para reduzir os índices de umidade do ar, que poderão atingir valores inferiores a 30% em algumas áreas. Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS) estes índices são considerados prejudiciais à saúde, já que o ideal é de, no mínimo, 60%. Dessa forma, é recomendado manter-se hidratado.

As temperaturas permanecerão elevadas na faixa centro-oeste e norte, onde as máximas poderão chegar aos 36ºC durante o dia. Por outro lado, no decorrer da noite e nas primeiras horas da manhã, os índices diminuem, podendo atingir valores de até 15°C. Tal variação nessas temperaturas se deve a pouca ou nenhuma nebulosidade, consequência da atuação dessa massa de ar seco. Entretanto, temperaturas mais amenas, com mínimas podendo chegar aos 13ºC, são esperadas na Chapada Diamantina e Sudoeste.

Segundo o Inema, os dias contínuos de tempo seco refletem no aumento dos riscos de ocorrer queimadas ou, até mesmo, intensificar aqueles já existentes, pois com a vegetação já ressecada, uma simples fagulha ou uma ponta de cigarro pode dar origem a um grande incêndio. Diante do clima seca, recomenda-se cautela quanto à utilização do fogo em atividades diárias, pois caso haja perda do controle das chamas, isso poderá trazer danos irreversíveis para a região.

Mesmo com o predomínio dessa massa de ar, o instituto informa que é a umidade vinda do Oceano Atlântico que deve favorecer a formação de nuvens e a ocorrência de chuvas fracas no nordeste e recôncavo, sendo as maiores chances previstas para a faixa litorânea dessas regiões. Já no sul do estado, onde essas chances são menores, a previsão é de céu parcialmente nublado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*