“Foi uma vitória madura”, analisa Roger Machado sobre triunfo sob o CSA

O Tricolor venceu por 2 a 0

Foto: ASCOM EC Bahia

O Bahia venceu o CSA na noite desta quarta-feira, por 2 a 0, no Estádio Rei Pelé, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. Após o triunfo, o técnico Roger Machado comemorou o triunfo e mostrou satisfeito com o desempenho da equipe.

“Acho que convenceu a todos. Foi uma vitória madura, importante, que, embora a gente pudesse nos deixar enganar pelo momento de instabilidade do nosso adversário, o trabalho foi feito justamente para que a gente não permitisse se deixar levar. Foi um triunfo importante, que nos coloca com oito pontos, mesma pontuação dos que estão na frente, e nos dá tranquilidade para na semana que vem disputar a vaga na Sul-Americana”, disse.

Sobre o duelo com o Nacional-PAR, o comandante afirmou que continuará fazendo ajustes no esquema tático que vem utilizando. “Continuar ajustando o novo modelo de jogo, com Élber numa posição diferente, flutuando e criando e espaços. Rever atuação e planejar para o próximo confronto”.

Ainda sobre a partida da próxima quarta-feira (26), Roger pediu foco, mas liberou os atletas para curtirem um dia de Carnaval. “Dá para fazer tudo ao seu tempo. O jogo só é semana que vem. Os jogadores terão folga. Nos reapresentamos sábado e é foco na decisão. Eles terão tempo de curtir um dia e depois é foco total e chega de folia”, destacou aos risos.

Por fim, o técnico comentou a chegada de Rodriguinho, revelou como pretende utilizar o novo reforço e descartou escalá-lo como meia armador, como alguns torcedores acreditavam. “O Rodriguinho não é meia de articulação e nunca foi. Ele é um meia-atacante, que joga perto da área. Para mim, é o tipo de meia que o futebol moderno necessita. Ele vem para nos ajudar nessa função, para o Gilberto ter mais parceria, não que não esteja tendo agora, pois o Élber também vem fazendo muito bem”, completou.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*