Funcionários do SAC de Camaçari ameaçam entrar em greve

Foto: Divulgação.Antônio Passos, diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza do Estado da Bahia.

Os funcionários da unidade do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) de Camaçari paralisaram os trabalhos na manhã desta segunda-feira (16) como forma de pressionar a empresa a liberar o salário dos trabalhadores. No total, cerca de 28 funcionários terceirizados da empresa Hope Serviços e Construções ficaram de braços cruzados.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza do Estado da Bahia (Sindilimp), Antônio Passos, se o salário não for depositado na conta dos funcionários até as 16h desta segunda-feira, a classe entra em regime de greve. O diretor disse ainda que, além do salário, estão atrasados o transporte e o ticket alimentação.

Apesar da possibilidade de greve, a população não ficará sem o atendimento, mas a decisão da categoria pode acarretar em lentidão nos serviços prestados pelo órgão. Isso porque além dos funcionários terceirizados, o SAC conta com funcionários efetivados e contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

Segundo o sub-gerente administrativo do SAC, Roberto Rocha, é possível realizar o atendimento mesmo com o desfalque. “Vamos continuar atendendo normalmente mesmo que a categoria adote a greve”.

Por Henrique da Mata