Fundo Estadual de Enfrentamento à Violência Contra Mulher vai levar o nome de Eva Luana

A violência por qual passou a jovem Eva Luana, foi mais um estopim para que o poder público continue pensando em politicas públicas para combater as desigualdades e violências contra as mulheres.

Com este propósito está sendo encabeçado o Fundo Estadual Eva Luana de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. Eva, em entrevista ao Bahia no Ar, contou que a proposta é focada na criação de “casas-abrigo’ para acolher mulheres que denunciam os agressores.

“As mulheres ficarão protegidas logo após a denuncias”, disse.

Eva chama atenção para o fato de que atualmente na Bahia existem poucas delegacias especializadas em casos relacionados a mulheres, e o projeto então, objetiva também criar mais DEAMs – Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher.

“A Bahia é enorme e só exitem 15 DEAMs, e as pessoas(profissionais) não estão totalmente capacitadas, pois são de outras delegacias”, disse ressaltando que ha necessidade de mais capacitação, políticas públicas apoio financeiro e psicológicos para estas vítimas e para seus filhos.

O Fundo, que já havia sido criado desde 2015, pela deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), ainda não tinha sido ‘batizado’ e agora aguarda aprovação.

Assista a entrevista completa com Eva Luana

A equipe do Bahia No Ar recebeu hoje a estudante de Direito, Eva Luana, que contou como está sua vida após as denúncias e como tem atuado na luta pelo empondaremento das mulheres vítimas de violência.

A equipe do Bahia No Ar recebeu hoje a estudante de Direito, Eva Luana, que contou como está sua vida após as denúncias e como tem atuado na luta pelo empondaremento das mulheres vítimas de violência.

Posted by BAHIA NO AR on Thursday, 7 March 2019

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*