Os clubes baianos seguem se movimentando e anunciando reforços. Alguns jogadores foram registrados no BID, mas um em especial chamou a atenção, o atacante Valdiram, contratado pelo Atlântico.

Com 34 anos, o atacante, que fez sucesso no Vasco, mas acabou se envolvendo com o mundo das drogas e das bebidas, tem a confiança dos diretores do Atlântico, que o contrataram, apostando em seu potencial.

Em entrevista concedida ao Bahia no Ar, o Gerente de Futebol do Atlântico, Paulo Itaparica, confia que Valdiram possa render o esperado. “Sabemos que é um jogador que tinha um futuro bom, mas foi estragado devido aos problemas com drogas. Achamos por bem tentar dar esta oportunidade a ele para ver se chega dentro daquele contexto que precisamos. O objetivo é ver se ele vai render aquilo que nós esperamos. Pela vontade que ele demonstra, estamos acreditando. Eu vejo o esforço dele, vejo a vontade dele, e espero que ele chegue naquilo que precisamos”, disse.

Segundo o Gerente, Valdiram vem recebendo o mesmo tratamento dos demais jogadores, porém existe um olhar diferenciado para o atleta. “Nos preocupamos muito com o lado emocional do jogador. O tratamento nosso feito com ele, tudo que ele precisa, dentro das nossas possibilidades, damos todo apoio necessário. O diferencial é acolhe-lo, é fazer com que ele se sinta aconchegado dentro do espaço que ele possa encontrar o rendimento necessário para ele e para nossa equipe”, comentou.

Valdiram tem passagens por clubes como Mirassol, Vasco, Paysandu, Criciúma, CSA, Tupi, Central, e Atlântico, onde vai disputar o Campeonato Baiano de 2017.

0 0 voto
Article Rating