Goleiro do Bahia fala em virar a página e diz entender as cobranças: “Falta a bola entrar mesmo”

O elenco tricolor voltou a treinar após três dias de folga

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A reapresentação do Bahia, nesta quarta-feira, foi com cara de página virada. O fracasso na Copa do Nordeste teve que ser esquecido. Já de olho nas quartas de final da Copa do Brasil, o elenco tricolor voltou a treinar após três dias de folga. Na entrevista pós treino, o goleiro Anderson falou da importância de entrar folgada na partida contra o Vasco.

“Difícil, mas a gente sabe do nosso potencial. Queríamos vencer, principalmente pela torcida, a festa que fizeram. Vai ficar marcado, não positivamente porque a gente não conseguiu vencer o Sampaio Corrêa. Mas futebol não dá tempo de lamentações. Segunda-feira tem uma decisão contra o Vasco. É outra competição, mas podemos chegar”, disse.

Porém, o arqueiro comentou sobre as cobranças da torcida e enalteceu o elenco tricolor. “Tranquilidade eu digo que é uma coisa que não falta. Falta a bola entrar mesmo. O professor trabalha isso no dia a dia, cobra bastante dos jogadores da frente. Temos grandes jogadores. O Gilberto será liberado, é um grande jogador, joguei com ele no Santa Cruz. É ter tranquilidade. Sei que é difícil, a torcida vai cobrar, mas jogar em time grande é isso, tem cobrança todo dia”.

Sobre o confronto com o Cruzmaltino, o jogador pediu atenção e ofensividade ao Esquadrão. “A gente tem que jogar para cima, não pode esperar muito a equipe do Vasco. A gente conhece o Jorginho, sabe que a equipe dele busca ter a posse de bola a todo momento para sair jogando e chegar no ataque. É marcar lá em cima, fazer o que o professor vem pedindo e buscar vencer”, completou.

 

1 Comentário

  1. Bahia precisa contratar ainda está longe de estar pronto…o. time tem q.ser administrado não só para dar lucros tem q trazer títulos…

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*