Governo desmente boato sobre fechamento de posto em Camaçari: “politicagem barata”

O secretário municipal de Saúde, Elias Natan, descartou a possibilidade de fechamento da unidade médica e o vereador Jorge Curvelo declarou que trata-se de um "factoide criado pela oposição pra enganar o povo"

Bairro Santo Antonio
Moradores realizaram uma manifestação para protestar contra o fechamento do posto de saúde

A manifestação realizada no início da manhã desta segunda-feira (10), nas imediações do campus de Camaçari da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), próximo ao bairro de Santo Antônio, foi resultado de uma mentira criada e disseminada para causar revolta nos habitantes daquela comunidade e entorno (Jaraguaia, Pião Manso, São Vicente…).

A nova face do protesto foi revelada durante a apuração do motivo alegado pelos manifestantes para a indignação demonstrada: o suposto fechamento do posto de saúde do bairro Santo Antônio. Procurado pelo Bahia no Ar, o secretário municipal de Saúde, Elias Natan, descartou a possibilidade de fechamento da unidade médica.

“Fomos surpreendidos por essa notícia tão sem sentido. O prefeito está fazendo um trabalho no sentido inverso, qualificando a atenção básica de saúde e a unidade do Santo Antônio está incluída nas que serão requalificadas nesse primeiro momento. Para mim, isso é uma tentativa muito clara de intranquilizar a população”, declarou Natan.

O líder do governo na Câmara de Camaçari, vereador Jorge Curvelo, fez uma avaliação mais política do episódio, que qualifica como “politicagem barata”, cujos protagonistas não são os membros das comunidades citadas, mas os autores e difusores da mentira que gerou o protesto. “É um absurdo. Isso é factoide criado pela oposição pra enganar o povo de Camaçari. O posto não vai ser fechado coisa nenhuma. Falam isso pra deixar a população com medo e causar transtornos”, disparou.

O edil ainda frisou o fato do da mobilização ter sido provocada pouco tempo depois de o prefeito Antonio Elinaldo ter anunciado melhorias para os postos de saúde. “Elinaldo anunciou reabertura de farmácias, melhorias em postos. Aí fazem isso pra depois ficarem dizendo que se não tivessem protestado, as obras não seriam realizadas. Isso é politicagem barata”, disse.

Uma reunião entre representantes do bairro Santo Antônio e o secretário de Saúde Elias Natan aconteceu nesta manhã, logo após o fim do protesto, ocasião em que o boato sobre o fechamento do posto foi desmentido pelo gestor da pasta.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*