Governo libera menos de 30% da verba congelada no MEC

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

De acordo com o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério da Economia, o governo decidiu usar R$ 1,64 bilhão da reserva para recompor as verbas dos Ministérios da Educação (MEC) e do Meio Ambiente (MMA). A pasta comandada por Abraham Weintraub receberá R$ 1,588 bilhões.

No entanto, a “recomposição” anunciada pelo Ministério da Economia não representa nem um terço do bloqueio de verbas anunciado para o MEC no final do mês de março. Na ocasião, o governo anunciou o contingenciamento de R$ 5,8 bilhões da pasta. Desse valor, R$ 1,7 bilhão foi cortado das universidades federais.

A nova verba não será, necessariamente, destinada às universidades federais. O dinheiro será disponibilizado ao MEC e será utilizado pelo ministro, Abraham Weintraub, da maneira que lhe for conveniente. Ainda que recompor o orçamento das universidades possa ser atraente, o ministro, assim como o presidente Jair Bolsonaro, prega pelo investimento na educação de base. Informações IG.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*