Governo tem até 10 dias para explicar censura na Ancine, conforme determinação do MPF

Foto: Reprodução / GEDSC DIGITAL CAMERA

Um inquérito para apurar o veto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) a projetos audiovisuais com temática LGBT em edital publicado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF).

Segundo publicação da Veja, os procuradores expediram ofícios ao Ministério da Cidadania e à Ancine, solicitando informações no prazo de até dez dias, referentes à suspensão do edital, bem como sobre a decisão de não aprovar projetos audiovisuais relacionados a temáticas LGBT.

O presidente vetou nominalmente três produções com a temática gay selecionadas no edital publicado em março de 2018.

O processo de seleção, que já se encontrava em sua fase final, foi suspenso por ato do Ministério da Cidadania.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*