Mandados de busca e apreensão são cumpridos contra um grupo empresarial em Salvador e Lauro de Freitas, na manhã desta sexta-feira (12). De acordo com a Polícia Civil, seus membros teriam sonegado mais de R$ 15 milhões em impostos.

O grupo em questão atua no setor de materiais e equipamentos de impressão, envelopamento e comunicação visual, tornando-se alvo das autoridades na “Operação Impressão Digital” pelas supostas irregularidades. A ação ocorre também nas cidades de Barueri, em São Paulo, Eusébio e Fortaleza, no Ceará, e Recife, em Pernambuco. 

“Durante as investigações identificamos fraudes no quadro societário das empresas criadas em nome de terceiros. Essas empresas eram posteriormente abandonadas e imediatamente sucedidas por outras, no mesmo segmento de mercado, deixando valores expressivos de débitos tributários e promovendo a blindagem patrimonial dos verdadeiros gestores”, é o que afirma a titular da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), delegada Márcia Pereira. 

1 1 voto
Article Rating