Grupo promove abaixo-assinado contra disputa de terras entre Salvador e Lauro de Freitas

A faixa territorial disputada engloba os bairros de Itinga, Areia Branca, Capelão, Barro Duro e Ipitanga.

Uma faixa territorial que engloba os bairros de Itinga, Areia Branca, Capelão, Barro Duro, Ipitanga, atualmente pertencentes ao município de Lauro de Freitas, é disputada na Assembleia Legislativa da Bahia por Salvador. Nessas localidades vivem cerca de 40 mil pessoas. Portanto, um grupo de moradores de Lauro de Freitas busca colher assinaturas em um abaixo-assinado, visando garantir que esses bairros não sejam desmembrados e continuem pertencendo a Lauro.

Desde 1990, quando foi elaborado o mapa da divisão territorial dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Salvador pela Conder (Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia), que essas localidades, mais um trecho de 1,3 quilômetro entre as praias do Flamengo e Ipitanga e a Base Aérea e o Aeroporto do Salvador, ficaram definidas como parte do território da capital. O mapa da Conder tomou por base a divisão territorial feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que, por sua vez, se baseia na Lei 1.753, de 27 de julho de 1962, que criou o município de Lauro de Freitas e definiu os seus limites territoriais.

Um dos líderes do movimento, Davi Leite, falou ao Portal Bahia no Ar, sobre como será a coleta de assinaturas e o por que de o grupo não aceitar o desmembramento. A coleta de assinaturas será realizada a partir desta quarta-feira (25), em todos os bairros do município, por uma comissão formada por 16 lideranças de Lauro de Freitas.

Confira o áudio:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*