Uma página aparentemente da Globo, noticia a prisão do ex-presidente Lula, na 29ª fase da operação Lava Jato. O que desmente a informação da prisão é que, no resumo do conteúdo da matéria o nome do ex-presidente não está na lista de presos na operação.

A falsa matéria explica o bloqueio de possíveis R$ 5,35 milhões de reais em posse de Lula. Sem data de atualização, a matéria conta que a última atualização foi (hoje), formato diferente do padrão de publicações dos sites Globo originais.

Outra diferença:

O link do site começa como globo-politicas.com, sendo que os sites da Globo começam com globo.com/politica, no caso.

Veja o link da falsa matéria.

Confira:

“RESUMO DA 29ª FASE

Objetivo: investigar obstrução da CPI e da CPMI da Petrobras (2014 e 2015).

Mandados judiciais: 23, sendo 2 de prisão temporária, um de prisão preventiva, 15 de busca e apreensão e 5 de condução coercitiva.

Preso preventivamente: ex-senador Gim Argello (PTB-DF).

Presos temporariamente: Paulo Cesar Roxo Ramos, assessor de Gim, e Valério Neves Campos, secretário-geral da Câmara Legislativa do Distrito Federal.”

1

Conduzidos coercitivamente: Jorge Argello Júnior, filho do ex-senador Argello, e os executivos da OAS Roberto Zardi Ferreira Jorge, Gustavo Nunes da Silva Rocha, Dilson de Cerqueira Paiva Filho e Marcos Paulo Ramalho.

0 0 votos
Article Rating