Um homem foi morto a tiros no bairro de Águas Claras, em Salvador, durante a noite de domingo (18). A Polícia Militar informou que o indivíduo teria sido atingido após ele e um outro homem fazerem com as mãos a saudação de um grupo criminoso, sendo atacados por traficantes rivais que por ali passaram.

Um veículo de dados não anotados transitava pela Rua Celika Nogueira, quando a dupla supostamente fez o sinal. Os ocupantes do carro seriam os membros de uma facção, que pediram permissão ao chefe para assassinar os homens em represália, retornando em seguida para executar o crime.

Cézar de Jesus da Conceição, de 31 anos de idade, foi atingido por dois disparos de arma de fogo, na cabeça e nas costas, indo a óbito ali mesmo, próximo à Escola Municipal Francisco Leite. O homem de 44 anos que estava em sua companhia foi atingido no joelho e sobreviveu, após prestação de socorro no Hospital Geral do Estado (HGE).

O sobrevivente apresentou outra versão da história para a Polícia Civil. Segundo ele, estavam apenas assistindo um jogo no momento em que dois indivíduos em uma motocicleta chegaram e efetuaram os disparos. Esta vítima e familiares de Cézar foram intimados para prestar depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Outro homicídio é na região

Horas depois de Cézar de Jesus da Conceição ser morto naquela noite, outro homicídio foi registrado no bairro soteropolitano e as autoridades investigam se há relação entre os crimes. Elivelton de Jesus Santos tinha 27 anos de idade e também morreu a tiros, sendo atingido nas costas, pernas e tórax.

O homicídio se deu na Rua Presidente Médici, ao lado do Hotel Extasy. À Polícia Civil, a família relatou que a vítima era usuária de drogas e tinha passagem por furto. Guias de remoção e perícia foram expedidas.

Os casos de homicídio e tentativa de homicídio aqui citados são apurados pela 2ª Delegacia de Homicídios/Central, que busca descobrir sua autoria e motivação.

0 0 votos
Article Rating