Homem que esfaqueou a namorada e matou enteado diz que a criança “chorava demais”

A motivação de esfaquear a mulher teria sido uma traição.

Foto: Divulgação

O suspeito de ter matado uma criança de quatro anos a facadas, além de ferir a mãe do menino, recebeu alta do hospital no domingo (13), quando foi encaminhado à delegacia. Edilton Júnior admitiu ter cometido o crime durante o depoimento na 4ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin). O crime aconteceu na noite deste sábado (12), em Santo Antônio de Jesus.

Segundo informações policiais, a motivação de esfaquear a mulher teria sido uma traição e que teria matado o menino porque ele chorava e gritava demais.

Ainda de acordo com a polícia, o crime se iniciou no banheiro, enquanto o casal tomava banho junto. Editon Júnior mantinha um relacionamento com a vítima, Manuela Silva Costa Martins, há cerca de um ano e meio. Ela morava em Salvador e foi para Santo Antônio de Jesus passar o final de semana com o filho e o namorado.

Manuela recebeu, no total, oito facadas. Ela ainda está internada em um centro de saúde na capital baiana, mas seu estado de saúde é estável. O menino recebeu 20 facadas no total e morreu horas após o crime.

4 Comentário

  1. Pior notícia ,😭 como pode uma pessoa fazer isso com uma criança , mim desculpa mais serve como alerta quando for se relacionar, observe o comportamento dessa pessoa , segundo o jornal era usuário de drogas jamais colocaria uma pessoa dessa dentro da minha casa , surtadas são capazes de tudo .

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*