Hospital Municipal de Simões Filho apresenta melhorias implementadas em 2018

HMSF é administrado pela Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI).

O ano de 2018 foi marcado por muito trabalho, obras e investimentos na gestão do Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF). O aumento nos atendimentos e as reformas de padronização e estrutura, foram algumas das diversas melhorias implementadas na unidade hospitalar e expostas pelo Diretor Geral da Casa, Maycon Barreto, na de terça-feira (12), durante a cerimônia de ‘Apresentação dos Resultados de 2018’, realizada na Área de Convivência do Hospital.

No total, foram efetivados durante todo o ano de 2018, 139.709 (cento e trinta e nove mil e setecentos e nove) procedimentos com finalidade diagnosticada – exames laboratoriais, radiografias, ultrassons e eletrocardiogramas (ECG). Em 2017 esse número correspondia a 121.417 (cento e vinte e um mil e quatrocentos e dezessete). Ou seja, um aumento significativo de mais de 15 mil procedimentos executados.

Já no Grupo 02, que diz respeito aos Procedimentos Clínicos (consultas com outros profissionais de nível superior – não médicos, e consultas de urgência e emergência), a meta anual projetada foi batida em cerca de 126%. Para 2018 esperava-se realizar, aproximadamente, 179.052 (cento e setenta e nove mil e cinquenta e dois) atendimentos. Porém, esse número foi findado em 225.588 (duzentos e vinte e cinco mil e quinhentos e oitenta e oito) procedimentos desse tipo, contra 211.061 (duzentos e onze mil e sessenta e um) em 2017.

Nas Consultas por Especialidades, que incluem áreas como neurologia, angiologia e outras, foram realizados 8.579 (oito mil e quinhentos e setenta e nove) atendimentos em 2018. Em 2017 esse quantitativo correspondia a 5.906 (cinco mil e novecentos e seis). O número de partos também aumentou. Em 2018 o HMSF realizou o total de 1.478 (um mil e quatrocentos e setenta e oito) partos, entre normal e cesáreo. Em 2017 foram 1.369 (um mil e trezentos e sessenta e nove). Já na parte de estruturação, as melhorias também são bastante expressivas.

Recuperação do jardim, nova pintura dos corredores de emergência, reforma do ambulatório, ampliação do anexo do HMSF com novas cadeiras e recepções, recuperação de cadeiras da sala de medicação, ambulatório e leitos de pediatria, mobiliário novo para os leitos das enfermarias, novas cadeiras de rodas, aquisição de novos lençóis, chegada de dosímetros para a sala de Raio X, além da nova Sala de Estabilização (SE), que dispõe de equipamentos de primeira qualidade e tecnologia avançada para o atendimento de pacientes diagnosticados em situação “grave’.

E não acaba por aí. A segurança e a parte motivacional dos colaboradores também não foi esquecida. Foi implementada a padronização e organização no espaço hospitalar, através do uso de crachás e fardamento para os setores que ainda não faziam parte, bem como ações interativas e educacionais; a exemplo das reuniões objetivas de setores e líderes, comemoração do aniversariante do mês e as capacitações – iniciativas primordiais para a qualidade do trabalho cotidiano individual e comunitário.

Ações e campanhas sociais também entraram na agenda com a realização das Visitas de Vinculação – destinadas às gestantes, assim como as campanhas socioeducativas que visam à prevenção. São exemplos: Setembro Amarelo (contra o suicídio), Outubro Rosa (contra o câncer de mama), Novembro Azul (contra o câncer de próstata) e Dezembro Vermelho (contra a AIDS).

Presentemente, o HMSF é administrado pela Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI), e conta com a dedicação de 468 colaboradores, distribuídos entre técnicos de enfermagem (120), médicos (109), enfermeiros (39) e demais colaboradores (200).

Para o primeiro quadrimestre de 2019, além de novos investimentos e manutenção dos projetos atuantes, o HMSF segue priorizando a humanização e a qualidade dos serviços prestados à população simõesfilhense e todos que chegam à unidade, reafirmando o comprometimento com o bem maior: a vida.

1 Comentário

  1. Exato Está Tudo Indo Muito Bem, Apesar De Que Pessoas Não Consigam Atendimento, Levem 1 Ano Para Receber Tratamento Urgente, Fora a Questão De Mal Trato Pelos Servidores públicos Que Estão Pouco Se Importando Com Sua Situação. Cirurgias Simples e Urgentes Não Estão Sendo Feitas, Somente Adiadas e Alguns Poucos Com a Famigerada “Peixada” Conseguem Sem Nenhum Esforços Passar a Frente De Outros Que Diariamente Tentam Marcar Seus Procedimentos e Não Conseguem Por Falta De Matérias Ou Qualquer Outra Desculpa Esfarrapada, Aí Cabe e Falta o Jornalismo Investigativo, Pois Pela Prefeitura Simões Filho Tem Se Tornado a Wakanda, Pela a Maior Parte Da População é Realmente Como Na História Do Filme Uma Parte Seleta e Oculta Vive Bem Dos Benefícios Do Município, Enquanto a Maior Parte Vive Em Miséria.
    Mas Quem Sou Eu Para Dizer Algo Sobre Esse Maravilhoso Governo, Além De Ser Um Eleitor Que Depositou Suas Esperanças No Prefeito e Um Morador Que Precisa Dos Serviços Essenciais Dessa Cidade, Que Respira Por Aparelhos. Acredito Que Esse Comentário Não Seja Disponibilizado Porém Acredito Que Valia Ao Menos Tentar.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*