Ano passado as famílias baianas gastaram aproximadamente R$ 202,95 (por mês) com produtos e serviços ligados à cultura. De acordo com dados da pesquisa Orçamentos Familiares (POF), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE, esse valor e correspondia a 7,0% da despesa mensal total de consumo (R$ 2.906,56).

Com isso, a cultura ocupava o quinto lugar na lista de gastos de consumo mais importantes dos baianos, de um total de 11, ficando atrás apenas de habitação (28,2% das despesas de consumo); alimentação (21,6%); transporte (15,9%); e assistência à saúde (8,7%). O resultado da Bahia, segundo IBGE, é semelhante à média nacional.

Em 2018, o gasto médio mensal das famílias brasileiras com cultura representava uma estimativa de 7,5% das despesas de consumo, o que significava uma despesa mensal de R$ 282,86 num total de R$ 3.764,51. Era também o quinto grupo mais importante.

Dentre os gastos das famílias com cultura, os mais importantes (com maior valor e participação no total) eram aqueles com serviço de TV por assinatura e Internet, que consumiam mensalmente, em média R$ 115,05 na Bahia, o que representava quase 60% das despesas com cultura no estado (56,7%).

0 0 voto
Article Rating