“Já tinha tentado me suicidar várias vezes”, conta Eva Luana

Dois dias após fazer uma denúncia em suas redes sociais, sobre as agressões praticadas pelo padastro, a história de horror narrada por Eva Luana, chama atenção para várias situações. Em um depoimento a imprensa na ultima quarta-feira(20), a jovem relatou que já tinha tentado cometer suicídio várias vezes.

“Eu não estava conseguindo mais digerir nada daquilo. Já tinha tentado me suicidar várias vezes. Tinha tentado de novo, então, isso aqui eu cortei (mostra o braço direito) não foi nem para me suicidar. Foi porque eu tinha raiva de mim. Então, eu cortei porque eu queria sentir aquela dor saindo de alguma forma de mim. Eu precisava botar para fora”, relatou a jovem.

Eva conta ainda que nos últimos dias o acusado, Thiago Oliveira Alves, estava ainda mais obcecado e que ela já não sabia se sobreviveria a violência que vinha passando há oito anos.

Por acreditar que não sobreviveria as agressões, a jovem relata que sentiu a necessidade de contar o que ela e a mãe estavam passando ao seu então namorado. “Eu pensei: eu vou morrer de qualquer jeito. Ele vai me matar, então, eu preciso desabafar. Se acontecer qualquer coisa comigo, alguém tem que saber de tudo, literalmente”, conta.

O padastro de Eva Luana, foi preso na semana passada e a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM), permanece a frente das investigações sobre o caso. Vale ressaltar que Eva Luana, foi encontrada cerca de 24 horas após o desaparecimento. Em uma primeira postagem na epoca, ela sinalizou que era vítima de abusos e que o caso havia sido denunciado.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*