Juiz baiano se casa com médico após 12 anos de namoro

Será o primeiro casamento homoafetivo de um magistrado no estado. Gomes espera que seu matrimônio sirva para atentar para a necessidade de se garantir direitos dos cidadãos.

Mário Caymmi (direita) e Alexandre Lima (esquerda). Foto: Divulgação

Após 12 anos juntos, o juiz baiano Mário Soares Caymmi Gomes se casará no próximo sábado (18/11), em Salvador,  com o médico Alexandre de Moura Lima. Será o primeiro casamento homoafetivo de um magistrado no estado. Gomes espera que seu matrimônio sirva para atentar para a necessidade de se garantir direitos dos cidadãos.

“As diferenças não podem ser negadas e precisam ser aceitas por toda a sociedade. O casamento é o resultado do amor existente entre duas pessoas. Esperamos que esta nossa iniciativa, de certa forma, sirva para que muitas outras pessoas se sintam representadas”, afirmou ao site Bahia Notícias. A decisão por unanimidade do Supremo Tribunal Federal (STF) também foi destacada  pelo juiz.

A determinação deu aos casais homossexuais a oportunidade de desfrutar de direitos semelhantes aos de pares heterossexuais, como pensões, aposentadorias e inclusão em planos de saúde. “Até então, o Direito não era garantido. Felizmente, isto mudou”, comemorou. A cerimônia acontecerá às 17h, no Hotel Deville, em Itapuã.

4 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*