O Juizado da Infância e Juventude de Camaçari marca presença mais uma vez no Camaforró. Este ano, o órgão trouxe a pulseira de identificação, instrumento que auxilia no reconhecimento de crianças que se perdem dos acompanhantes.

No acesso ao Espaço Camaçari 2000, as pessoas com crianças são convidados a irem até o stand do juizado para colocarem a pulseira no menor. No caso de achar algum sem identificação é feito um anúncio nos intervalos dos shows e o mesmo é entregue ao responsável mediante a apresentação dos documentos pessoal e do menor, além da assinatura do termo de entrega. Caso os pais ou responsáveis não estejam presentes no evento, o menor é entregue ao Conselho Tutelar.

O Juizado trabalha cada noite com um efetivo de 12 agentes que se dividem na tarefa de fiscalização e orientação dentro e fora da arena de shows. A equipe tanto em sua rotina diária quanto no evento sempre está atenta a casos de trabalho infantil, agressão, aliciamento, bem como a venda e o uso indevido de bebida alcoolica para menores.

Entre as medidas adotadas nessas situações está a condução das crianças e adolescentes ao stand para identificação dos responsáveis. A depender da gravidade podem ser lavrados autos de infração ou encaminhamento à delegacia para registro de boletim de ocorrência.

O estande do órgão está localizado na área de serviços, próximo do palco principal. O Juizado pede que os pais ou responsáveis ajam com prudência, e evitem a permanência de crianças até tarde no circuito da festa.

0 0 voto
Article Rating