De acordo com um levantamento divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo, um em cada cinco governadores eleitos em 2010 e 2014, já foi preso em investigações deflagradas nos últimos cinco anos durante a Operação Lava Jato. Entre 46 eleitos para governos, no período, e que deveriam encerrar seus mandatos até 2018, dez já foram presos.

O levantamento tem como base os eleitos nestes anos, por conta da arrecadação financeira dessas campanhas que esteve no centro de depoimentos de delação premiada e acabaram motivando operações da Polícia Federal (PF) nos últimos anos.

O paraibano Ricardo Coutinho (PSB), foi o preso mais recente. Ele ficou detido por dois dias após ações da Operação Calvário, responsável em apurar irregularidades na saúde e na educação do estado. Coutinho havia sido denunciado, em janeiro, sob a acusação de liderar uma organização criminosa responsável por movimentar cerca de R$ 134 milhões.

0 0 voto
Article Rating