Lesões corporais reduzem 7,7% nos três primeiros dias de Carnaval, diz SSP

Foram 48 registros feitos este ano contra 52 em 2019.

Foto: Divulgação

O número de ocorrências de lesões corporais nos circuitos do Carnaval de Salvador apresentou uma redução de 7,7% no acumulado dos três primeiros dias de festa. O dado foi apresentado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), Mauricio Barbosa, durante balanço realizado no Comando-Geral da Polícia Militar da Bahia, neste domingo (23). Foram 48 registros feitos este ano contra 52 em 2019.

De acordo com a SSP, até ontem (22), também não foram registrados casos de homicídios ou tentativas de homicídio nos circuitos Dodô (Barra-Ondina), Osmar (Campo Grande) e Batatinha (Pelourinho). Em 2019, nos três primeiros de festa em Salvador, a SSP já tinha registrado 1 homicídio e 6 tentativas de homicídio na festa. O aumento do efetivo policial e a ampliação do uso da tecnologia e das câmeras de videomonitoramento tem contribuído para o resultado, na avaliação do titular da SSP, Maurício Barbosa.

Durante entrevista à imprensa no Campo Grande, no final da manhã de hoje, o governador Rui Costa falou sobre a operação deste ano. “O trabalho da polícia tem gerado muitos comentários neste Carnaval, mas é preciso analisar os números para tratar a questão. Ampliamos o efetivo e o uso da tecnologia e o resultado tem sido um aumento no número de prisões, de apreensões e de abordagens nos portais de segurança. Vamos fazendo o ajuste fino quando necessário. O que queremos é um equilíbrio na atuação da Polícia Militar, que garanta uma festa de paz para todos”, disse o gestor.

12 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*