Um homem, somente identificado pela sigla “JB” e “BT”, foi morto no Rio de Janeiro neste sábado (22). Ele seria um dos líderes do tráfico de drogas da região de Fazenda Grande do Retiro e IAPI, em Salvador.

O traficante foi morto após se envolver com a mulher de um outro criminoso, chamado de “Jegue”. Ele foi convocado para uma reunião no Rio mas, na verdade, era uma emboscada para pegá-lo.

Após a notícia de seu assassinato, membros da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM), na região onde ele comandava, fizeram ‘manifestações’ de luto, soltando fogos de artifício e pixando paredes com o seu apelido.

JB vivia uma vida de luxo em Salvador, tendo apartamentos de alto padrão e um patrimônio milionário. Gostava de ostentar nas redes imagens e veículos pilotando veículos esportivos, como Lamborghinis e Ferraris, em Dubai e cidades europeias.

Agora, a inteligência da segurança pública baiana vê com preocupação o futuro do BDM, que pode entrar em guerra e piorar ainda mais a situação violenta que atinge o Estado.

3.8 6 votos
Article Rating