O lixo que será recolhido nos blocos de carnaval de Salvador já tem destino certo. A Ambev, uma das maiores patrocinadoras da festa na capital, fez parceria com a MAP para recolher o lixo dos circuitos do Carnaval. A ação também acontece em Recife, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, impactando um total de 26 milhões de foliões.

Com o lixo coletado nos maiores blocos de rua dessas cidades pelos catadores mobilizados, a Ambev irá reciclar todos os resíduos coletados e, com parte deles,  produzir lixeiras para serem instaladas nessas cidades, deixando assim um legado de sustentabilidade.

Vidro, plástico, papelão e latas serão recolhidos. Ainda que sejam de marcas concorrentes.

Para a ação em Salvador vão ser mobilizados 1.020 catadores de material reciclável, que irão recolher o lixo de seus maiores blocos. Eles receberão renda fixa por dia de trabalho, além de remuneração extra pela quantidade e tipo de materiais recolhidos.

Além da remuneração fixa, a compra de todos os materiais a preço superior ao padrão de venda também está garantida.

Todos os catadores receberão Equipamento de Proteção Individual (EPIs), sacos apropriados para coleta e contarão com pontos de apoio com hidratação e banheiros. Todo o lixo reciclável recolhido será encaminhado para uma das 45 centrais de coleta espalhadas estrategicamente pelas cidades. Nas centrais, os materiais serão recebidos, separados e destinados para a reciclagem.

Poluição plástica

A ação deste Carnaval vem logo depois de a Ambev anunciar seus planos para acabar com a poluição plástica de suas embalagens até 2025. Para atingir a meta a companhia tomará uma série de medidas em parceria com outras empresas e universidades.

0 0 voto
Article Rating