Na última quinta-feira (10), durante o “Programa do Porchat”, Dona Ilna revelou como foi o nascimento da cantora.

“Meu marido trabalhava em São Paulo, o contrato ia terminar e eu tinha que parir. A médica disse íamos esperar uns 12, 15 dias. Era o que eu queria, assim nasceria em Salvador. Fui para o aeroporto, tomei um suquinho e a bolsa rompeu, ela queria sair”, relatou.

Em trabalho de parto, a matriarca pegou um voo: “Meu marido foi comprar fralda geriátrica. Coloquei cinco, andava com as pernas abertas. Falei para o comandante que estava de sete meses. Prendi a perna e pensei: Não sai nada”, explicou.

A mãe de Claúdia Leitte disse ainda que, quando desembarcou no Rio de Janeiro, já havia um veículo à sua espera para levá-la ao hospital o mais rápido possível. Foi aí que os oficiais apareceram como obstáculo. “Como estava em alta velocidade, a polícia parou o carro e comecei a gemer”, lembrou.

Apesar da situação, claro,a história teve um fim feliz: “Cinco dias depois, fomos à Salvador e estava tudo resolvido”.

0 0 voto
Article Rating