Marcelo Nilo nega boatos sobre assumir secretaria do governo e apoio à ACM Neto em 2016

Modelo usou o Instagram, nesta sexta-feira (21).
Foto: Reprodução.

O candidato à reeleição da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT), negou qualquer possibilidade de assumir alguma secretaria na gestão do governador eleito Rui Costa (PT). "Eu acho que a alternância do poder é uma oportunidade para todos. Se nós 63 [deputados] fomos eleitos, nós temos os mesmos direitos e os mesmos deveres. E os deputados é que vão eleger. Agora, não existe a menor possibilidade de eu desistir da candidatura, principalmente pelas circunstâncias políticas", declarou.

Sobre a possibilidade de apoiar o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), nas eleições de 2016, Nilo declarou que esta afirmação é “sem lógica”. O boato que circulou em alguns veículos de comunicação davam conta de que Nilo e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, se reuniram com Neto para fechar o apoio dos deputados do DEM, PMDB e PSDB à sua campanha para a presidência Assembleia em troca do referido apoio. “Nem conversamos sobre esse assunto. O apoio da Assembleia é parlamentar e não é municipal. Foram os deputados que me apoiaram hoje que pediram que eu fosse na Prefeitura pra falar com eles. Eu fui porque converso com todo mundo, sou político. Inclusive vou falar com todos os presidentes de partido para agradecer o apoio deles”, afirmou Nilo ao site Bahia Notícias.

De acordo com o deputado, Neto fez sim uma visita a Carlos Lupi em Brasília na última terça-feira (25), mas porque os dois são amigos – embora confesse desconhecer o conteúdo das conversas dos dois. “Eu vi que saiu uma notícia sobre isso, tão sem sentido que até ia avisar vocês. É um negócio sem lógica”, afirmou, em menção ao boato.

O presidente estadual do PDT, o deputado federal Félix Jr., estranhou as especulações e afirmou que “o partido tem conversado” e que um possível apoio a ACM Neto em 2016 pode até vir a acontecer, mas que “não há apoio” declarado ao atual prefeito de Salvador.