Márcio Paiva é acusado de se apropriar de R$ 10 milhões em arrecadação com multas

Arrecadação não declarada correspondem aos anos de 2013 a 2016.

O Partido Democrático Trabalhista, de Lauro de Freitas deu entrada nesta quarta-feira (06), com uma representação no Ministério Público contra o Prefeito Márcio Araponga Paiva (PP) por Improbidade Administrativa e Apropriação Indébita.

De acordo com lideranças do PDT no município, Paiva se apropriou de mais de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) referente a arrecadação das Multas de Trânsito da cidade nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2016.

Ainda segundo denúncia, o prefeito até a presente data não faz as prestações de contas dos valores arrecadados pelo município, e esse dinheiro arrecadado em multas de trânsito tem destino desconhecido.

No próximo sábado (09), está marcada para as 09 horas da manhã, uma manifestação contra o prefeito de Lauro de Freitas, iniciando em frente ao supermercado Maxxi Atacado.

Veja documento da representação:

 

 

 

 

Publicação da denúncia na página do PDT:

denuncia pdt

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*