A atriz Marina Ruy Barbosa falou pela primeira vez sobre o que pensa do atual cenário político no Brasil. A ‘ruiva’, que desde as eleições de 2018 vem sendo cobrada para se posicionar sobre o assunto, decidiu patentear sua opinião após o pai dela, o empresário Paulo Barbosa, afirmar nas redes sociais que se arrependeu de ter votado no atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, a quem ele se referiu como”Bozo”.

“Meu pai não é uma figura pública. E me estranha esse interesse por ele. Eu sou a pessoa pública. Eu não votei no candidato do meu pai, não concordei com a escolha dele, não concordo nem compactuo em nada com a atual política. Mas, o voto é um direito garantido e ele votou em quem quis”, começou Marina, durante trecho de uma nota enviada pela assessoria ao jornal EXTRA.

Logo em seguida, a atriz salienta que, mesmo não tendo votado em Bolsonaro, está decepcionada com a atual política brasileira.

“O cenário lá atrás já não era promissor, mas, esperançosa, como brasileira que não gostaria de ver seu país em mau estado, tentei acreditar (percebo que fui ingênua) em uma mínima possibilidade de as coisas não irem para esse caminho lamentável que foram”, assegura.

Por fim, Marina enaltece a postura de arrependimento do pai.

“Tudo o que pensávamos só se confirmou. Só aprende quem erra. E meu pai está revendo as posições dele. E eu acho bom, porque mostra que, como eleitor, ele está atento. E mais do que isso, que está disposto a evoluir e mudar de pensamento”, finalizou Marina.

Presentemente, o pai de Marina, inclusive, tem usado as redes sociais para fazer severas censuras ao atual governo. Paulo até aderiu a campanha “Somos 70%” e postou frases como: “Pela democracia no Brasil” e “Ditadura nunca mais”, no Instagram.

Em resposta a alguns comentários dos seguidores, o empresário admitiu que votou em Bolsonaro nas últimas eleições e que se arrepende do voto.

0 0 voto
Article Rating