Militar acusado de vandalismo e ligado à Aspra tem prisão preventiva decretada

A Justiça aceitou os pedidos da Corregedoria da Polícia Militar e do Ministério Público solicitando restrição da liberdade.

Foto: Divulgação/SSP-BA

Ligado à Associação dos Policiais e Bombeiros Militares e seus Familiares (Aspra) e acusado como autor de ataques contra dois ônibus, em Salvador, o soldado Anselmo Sousa dos Prazeres teve a prisão em flagrante convertida para preventiva pela Justiça, na quarta-feira (16). Além de atravessar os coletivos na Avenida Suburbana, ele atirou contra guarnições da Operação Gêmeos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), na decisão, a Justiça aceitou os pedidos da Corregedoria da Polícia Militar e do Ministério Público solicitando restrição da liberdade. “Tais atos demonstram a periculosidade do acusado e a necessidade do seu encarceramento”, disse o juiz responsável pelo caso.

Anselmo ficará custodiado no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em uma área destinada a militares.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*