Ministério Público pede cassação do prefeito de Candeias

A publicação fundamenta ainda que houve a compra de poder político

A Promotora Eleitoral da 127 Zona Eleitoral de Candeias, pediu a cassação do Prefeito Dr. Pitágoras Ibiapina (PP) e sua Vice Marcia Gomes (PSDB). O processo foi assinado no dia 16 de janeiro deste ano.

O motivo da cassação é por Abuso do Poder Político e Econômico, Captação ilícita de Sufrágio ou seja compra de votos, através do oferecimento de consultas médicas, exames e medicamentos nas eleições de 2016.

A publicação fundamenta ainda que houve a compra de poder político, na compra de partidos e lideranças políticas.

O parecer de 51 páginas, relata todo o processo que se iniciou em 2016 e agora segue para decisão do Juiz Eleitoral de Candeias Dr. Tadeu Ribeiro de Vianna Bandeira.

Confira o anexo:

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*