Moradores do distrito de Barra do Pojuca, em Camaçari, entraram em contato com o Bahia No Ar para denunciar um suposto vazamento de lama com dejetos vindos da estação de tratamento de esgoto da localidade. O lugar popularmente conhecido como “pinicão” estaria contaminando a comunidade.

“É um tsunami de lama que escorre do pinicão para a comunidade do São Francisco e Barra do Pojuca”, um munícipe disse ao encaminhar imagens da situação. Segundo ele, esta se trata de uma crise sanitária e faz meses que camaçarienses tentam solucionar a questão, queixando-se constantemente.

A estação de tratamento é de responsabilidade da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa), que foi procurada pela reportagem para esclarecer os fatos. De acordo com a organização ligada ao governo do estadual, a estação de Barra do Pojuca opera normalmente, sem extravasamentos.

Segundo eles, a lama vista nas imagens não contém dejetos, sendo decorrente do escoamento de água de chuva pela área de acesso à estação, que não tem cobertura asfáltica. “A Embasa já cobriu uma parte do acesso com solo brita e irá implantar melhorias na drenagem do terreno, porém esse serviço precisa ser realizado fora do período chuvoso”, informaram ao site.

0 0 votos
Article Rating