A mulher acusada de mandar matar o filho afogado em um córrego, em 2015, em Camaçari, foi condenada pela Justiça nesta sexta-feira (7). Alexsandra Moura da Silva foi condenada a 32 anos de prisão e José Nilton Pereira da Silva, acusado de participação no crime, deve cumprir 21 anos de pena.

Segundo consta na decisão judicial, a dupla levou Carlos Henrique Moura, 7 anos, até o córrego onde foi asfixiado. Ele foi encontrado dois dias depois no local. Na época, José Nilton afirmou à delegada de Homicídios de Camaçari que mantinha um relacionamento com a avó materna da criança e Alexsandra teria oferecido relações sexuais a ele.

A mulher fugiu após o crime, mas foi localizada pela polícia. Nilton foi encontrado em agosto de 2016. O crime causou comoção na cidade e a família chegou a fazer cartazes para procurar o garoto, sem saber da ação de Nilton e Alexsandra.

0 0 voto
Article Rating