Na manhã desta quinta-feira, 18, o pré-candidato a prefeito de Camaçari, Antônio Carlos Soares (PL) foi o entrevistado do programa Bahia No Ar, apresentado pelo radialista Roque Santos.

Na ocasião, questionado sobre como ficou a situação com o PDT, seu antigo partido, o pré-candidato afirmou que não tem magoa em relação as polêmicas envolvendo o vereador Oziel, acusado de tentar “tomar” a sigla, mas revelou que acionou a Justiça para solucionar o caso.

” Na minha opinião o PDT em Camaçari não vai participar da eleição. A Justiça tem que resolver. Tá tudo na Justiça, nós já recorremos, já gravamos e o partido não foi coerente comigo”, disse.

Antônio Carlos Soares afirmou que continua tendo  apoio da maioria do PDT, porém para garantir a candidatura, resolveu se filiar ao PL e seguir para a disputa eleitoral.

Na oportunidade, o pré-candidato voltou a criticar o vereador Oziel. Segundo Antonio Carlos, o edil ‘cresceu o olho’ no PDT quando viu que a legenda estava fortalecida na cidade.

Vale lembrar que a desavença entre o pré-candidato e o parlamentar teve início quando Oziel que ainda estava no PSDB, afirmou em um evento que o PDT não havia garantido a chapa majoritária para Antônio Carlos Soares.

Na época, durante entrevista no programa Bahia No Ar, Soares disse que ficou chateado com as declarações e afirmou que Oziel tem um histórico vasto de traição e falsidade. Na manhã de hoj, ele disse que Oziel é “rasteiro”, “perigoso” e poderia “puxar seu tapete”.

 

 

0 0 voto
Article Rating