“Nada tenho a ver com o que aconteceu”, diz Gustavo Ferraz sobre caso dos R$ 51 milhões atribuídos a Geddel

Gustavo Ferraz foi inocentado pelo STF, das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro.

Gustavo Ferraz durante entrevista ao Programa Bahia No Ar. Foto: Mary Moraes/Bahia No Ar.

Durante entrevista na tarde desta terça-feira, 15, ao radialista Roque Santos, no Programa Bahia No Ar, o ex-diretor da Codesal, Gustavo Ferraz, que foi inocentado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no caso do bunker com R$ 51 milhões, atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, afirmou que não tem nada a ver com os acontecimentos que o levaram a prisão.

Na ocasião, Ferraz pontuou que a decisão do STF de forma unânime é a prova “cabal” de que ele não tem envolvimento no caso em citado. “Nada tenho a ver com o que aconteceu, foi comprovada minha inocência”, disse.

Gustavo que já foi  assessor parlamentar  e candidato a vice-prefeito na cidade de Lauro de Freitas, ressaltou que teve a vida devastada por conta das acusações que sofreu, mas acrescentou que o momento agora é para seguir em frente. ” Fui uma vítima nesse processo, tive a vida execrada publicamente e estou lutando para me reerguer e continuo fazendo política na cidade de Lauro de Freitas”, falou.

Geddel Vieira Lima

Quando questionado sobre sua relação com Geddel Vieira, Ferraz disse que não tinha amizade com o ex-ministro e reforçou que apenas era filiado e militante do partido. “Amizade é quando você vai na casa do outro, frequenta as datas festivas, as famílias se conhecem e não tinha essa relação. Houve um exagero, muitos adjetivos foram atribuídos a mim e isso nunca existiu”, falou.

Confira a entrevista completa através do link: https://www.facebook.com/bahianoar/videos/1685154151592808/

2 Comentário

  1. Muito estranho !! Vem dar entrevista em Camaçari em vez de se justificar em Salvador onde ele junto com Gedel aprontou !? Deve está vindo a mando e entrar na vaca leiteira de Camaçari.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*