Nesta quinta-feira (30) o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), fez um apelo aos demais gestores da Região Metropolitana de Salvador (RMS), com relação a retomada das atividades comerciais.

Durante a entrega da Praça Cairu, situada na Cidade Baixa, o gestor soteropolitano pediu que não sejam abertos os bares e restaurantes da RMS, antes que a capital baiana entre na segunda fase do protocolo econômico.

“Por favor, não abram bares e restaurantes antes da capital alcançar a fase dois do protocolo conjunto estabelecido pela prefeitura e pelo governo. Faço esse apelo porque, não é justo, que os leitos estejam aqui em Salvador, que o atendimento seja feito pela capital, que estejamos com restrições, e que a RMS comece a abrir. Isso não parece ser medida de segurança no momento”, pontuou Neto.

“O apelo que eu faço é que acompanhem o protocolo estabelecido pela prefeitura e pelo governo do estado”, acrescentou o prefeito de Salvador.

Na sequência, Neto ainda ressaltou que entende a posição dos empresários que atuam nesses segmentos, mas, novamente, reforçou que os estabelecimentos só sejam abertos após a implantação da segunda fase de retomada econômica em Salvador.

“Eu vi que eles só abriram o comércio depois de nós. Em relação a bares e restaurante, salões, espero que eles [esperem]. Claro, o dono de bar e restaurante de Salvador tem em direito de reclamar, porque o atendimento é feito aqui. Então, vamos ser solidário. Quando abrir aqui, a região abre”, disse.

No entanto, nesta quinta-feira, por exemplo, a prefeitura de Mata de São João, município que fica na RMS, anunciou que restaurantes, parques temáticos e atrativos turísticos serão reabertos a partir do próximo sábado (1º).

0 0 voto
Article Rating