Neto diz que ainda vai decidir o que será vetado na regulamentação de aplicativos

ACM Neto (Foto: Reprodução)

Nesta quinta-feira (29) o prefeito ACM Neto participou de um evento que marcou a assinatura de cooperação técnica entre o município e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Durante o evento, Neto disse que ainda vai analisar os eventuais vetos e o que será sancionado no projeto de lei de regulamentação de aplicativos de transporte aprovado na quarta-feira (28), na Câmara de Vereadores de Salvador.

“Respeito a decisão dos vereadores, que reflete a independência do Poder Legislativo. Eu tinha uma posição que foi apresentada no projeto original que não é coincidente com tudo que a Câmara aprovou. Tem pontos aprovados que concordo, e outros que discordo. É da democracia. Agora, com calma, vou examinar os pontos do projeto e decidir o que vai ser sancionado e o que eventualmente será vetado”, afirmou à imprensa.

Neto também lembrou que foram mais de 70 emendas incluídas ao texto original elaborado pelo Executivo, que defendia a limitação do número de motoristas por aplicativo. O projeto aprovado ontem retirou a limitação.

De acordo com a lei, o prefeito tem o limite de 15 dias úteis, a contar do recebimento do projeto aprovado, para sancionar ou vetar.

“Sempre fui favorável que houvesse limitação do número de carros por aplicativo. Cidades como Nova York, nos EUA, estão limitando o número. Mas respeitamos a posição da Câmara. A minha prerrogativa, como prefeito, é avaliar item a item e definir com calma [sobre sanção ou veto]”, finalizou Neto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*