O comadante do ataque da equipe da Bélgica, Romelu Lukaku, centroavante autor de quatro gols na Copa do Mundo, falou em bom português, sobre Neymar em entrevista coletiva nesta quinta-feira, véspera do duelo com o Brasil pelas quartas de final do Mundial da Rússia, em Kazan. O goleador belga aprendeu a falar nossa língua em convivência outros jogadores brasileiros.

Questionado se achava que o atacante tinha mais habilidade ou capacidade de simulação, Lukaku elogiou Neymar. E apostou nele como melhor do mundo no futuro.

“Neymar não é ator. Ele é habilidoso. Neymar não é ator. Contra o Neymar, os jogadores chegam mais duro. Acho que no futuro ele vai ser o melhor jogador do mundo. Estou feliz de jogar contra ele mais uma vez”.

Lukaku, maior goleador da história da seleção belga, com 40 gols, não vê paralelos de favoritismo entre sua equipe e o Brasil. O jogador trata o Brasil como melhor time do Mundial.

“Nós nos preparamos como equipe, temos um sistema em que jogamos há dois anos. Individualmente, melhoramos. Acho que será um grande teste, porque enfrentaremos o melhor time do torneio, o favorito, e será um grande teste para ver como estamos como time”, disse o centroavante.

“Como jogador, você quer avançar o tanto quanto possível. Amanhã (sexta-feira) é um grande teste. Mas se você quer o melhor, tem que garantir isso nas situações mais difíceis. Nós temos que vencer amanhã. Agora a gente vai enfrentar adversários cada vez mais fortes, mas esse jogo agora é talvez contra o favorito absoluto. Se vencermos, vamos pegar outro adversário difícil. Vamos ver até aonde vamos chegar”, completou.

A Bélgica tem cinco pendurados para esse jogo contra o Brasil: Vertonghen, De Bruyne, Meunier, Tielemans e Dendoncker.

A equipe não perde há 23 jogos. A última derrota foi há quase dois anos, em setembro de 2016, em amistoso contra a Espanha – a estreia do técnico Roberto Martínez no comando da seleção. Desde então, são 18 vitórias e cinco empates.

0 0 voto
Article Rating