No Twitter, Bolsonaro ironiza dados de ataques que praticou contra jornalistas: ‘KKKKKKKKKKKKKKK’

Foto: Reprodução / Marcos Corrêa - PR

O presidente Jair Bolsonaro decidiu ironizar os dados sobre ataques, feitos por ele, à jornalistas, que foram divulgados pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). De acordo com a instituição, em 2019, o presidente foi responsável por 58% dos ataques contra a imprensa no país.

No Twitter, Bolsonaro publicou um link com uma matéria que divulga o levantamento da Fenaj, e escreveu “KKKKKKKKKKKKKKK” (a expressão significa uma espécie de gargalhada).

O relatório ‘Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil’, registrou 208 ataques a veículos de comunicação e a jornalistas. O dado representa um aumento de 54,07% em relação a 2018, quando foram registradas 135 ocorrências.

2 Comentário

  1. Mto mi mi mi e blá blá blá dessa turma do mal, dos apoiadores da corrupção q querem e torcem pela derrota do Brasil. Também, onde bandidos corruptos da política são deuses para alguns,esperar o q

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*