Nove pessoas ficam em estado grave durante turbulência em voo internacional

O Boeing teve que fazer um pouso de emergência em Honolulu, no Havaí.

Foto: Divulgação

Uma turbulência deixou 37 passageiros feridos nesta quinta-feira (11) em um voo da companhia Air Canada entre Vancouver e Sydney. Dentre as vítimas, 30 precisaram ser hospitalizados, sendo nove deles em estado grave. Os demais preferiram não ir ao hospital.

Segundo um porta-voz da companhia aérea, o Boeing 777-200 passou por uma turbulência não detectada por radar a 36 mil pés de altitude. Esse incidente fez com que os passageiros chocassem suas cabeças uns contra os outros, manchando o teto do avião de sangue. O Boeing teve que fazer um pouso de emergência em Honolulu, no Havaí.

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*