Número de atendimentos médicos pelo Planserv é novamente reduzido

Foto:Reprodução (Google Imagens)

O número de especialidades médicas sem atendimentos por médicos antes credenciados ao Planserv, subiu novamente; agora totalizam 18. A categoria já havia interrompido as consultas e cirurgias de oito especialidades em fevereiro deste ano. A reivindicação é pautada pela negociação com o Governo do Estado em relação aos valores das tabelas que regem consultas e procedimentos médicos. Presentemente, o Planserv, plano de saúde dos servidores públicos da Bahia possui 520 mil usuários.

De acordo com o Sindicato dos Médicos da Estado da Bahia (Sindimed), as especialidades suspensas são: coloproctologia, cirurgia geral, cirurgia do aparelho digestivo, urologia, mastologia, cirurgia vascular, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia de ombro e cotovelo, cirurgia de coluna, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia oncológica, cirurgia de joelho, cirurgia de quadril, hemodinâmica, neurocirurgia, otorrinolaringologia e ginecologia.

Até o momento o Planserv não se manifestou publicamente sobre a nova situação.

Caso Planserv

Como dito anteriormente, em fevereiro, os médicos já haviam suspendido o atendimento de oito especialidades. Na época, o Planserv informou que adotaria todas as medidas cabíveis para que fossem cumpridos os contratos com as entidades de saúde, “garantindo o atendimento aos beneficiários, sem nenhum custo extra”, disse.

O plano também teria informado que mantém relação contratual apenas com as entidades de saúde – clínicas, hospitais e laboratórios-, sem vínculo direto com profissionais liberais.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*