O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) falou sobre a intenção do presidente Jair Bolsonaro de conseguir a liberação das praias em todo país, com uso da Advocacia Geral da União (AGU). Na sexta-feira (5), o gestor soteropolitano garantiu que a capital baiana não terá as praias liberadas.

“Vai acontecer a mesma coisa que aconteceu quando ele liberou salões de beleza, academia e barbearias: nada. Eu espero que ele não vá adiante com isso, porque o STF já decidiu que isso é competência de estados e municípios decidirem sobre esse assunto”, afirmou Neto.

O fechamento das praias faz parte das estratégias dos governos estaduais e prefeituras para evitar aglomerações. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e alguns especialistas, o isolamento social é considerado, hoje, como a principal forma de evitar a disseminação em massa da Covid-19.

Ainda durante seu posicionamento, Neto destacou sobre a falta de diálogo com o governo federal. Segundo ele, essa atitude tem dificultado o trabalho de estados e prefeituras.

“Nós só estamos passando por isso, porque o presidente desde o inicio tem adotado essa postura e não buscou o diálogo com os prefeitos e governadores. Estamos lutando pra salvar vidas e o presidente fica falando essas loucuras”, frisa.

Bolsonaro

Em uma live feita na quinta-feira (4), o presidente defendeu a liberação de acesso às praias, que está proibida na maioria das capitais litorâneas do Brasil, e disse que a AGU vai emitir um parecer favorável sobre o assunto.

“O governo federal vai opinar favoravelmente para aquela pessoa ir à praia, agora o juiz de cada cidade, que vai recepcionar esses mandados de segurança, é que vai decidir se o João pode ir para a praia ou não. Eu não vejo nada demais ir para a praia, praia é saúde”, pontuou Bolsonaro na ocasião.

Casos na Bahia

A Bahia, segundo atualização da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) na noite de ontem (5), já conta com o total de 26.419 casos confirmados da Covid-19 e 819 óbitos pela doença.

Os casos confirmados ocorreram em 334 municípios baianos, tendo maior proporção em Salvador (58,54%). A capital baiana, em números específicos, já soma 15.173 pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus. Saiba mais.

Casos no Brasil

De acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde, divulgados na noite da sexta (5), por volta das 21h40, o Brasil chegou a 35.026 mortes pelo novo coronavírus e 645.771 casos confirmados. A diferença para o último balanço, da quinta-feira (4), foi de 1.005 novos óbitos registrados no país.

 

0 0 voto
Article Rating