O ex-vereador e subsecretário de Habitação de Camaçari, Otaviano Maia (PSDB), participou do programa Bahia No Ar, nesta terça-feira (23/11), e falou que em uma possível disputa do segundo turno entre Lula e Bolsonaro, ele votaria em Bolsonaro, para não fortalecer Luiz Caetano (PT), em Camaçari.

“É disputa de poder, é disputa de estratégia, não se brinca com jogo político, sabe que se Caetano ganhasse a eleição para prefeito de Camaçari eu vou ter que ir embora, e eu não quero ir embora da minha cidade”, disse Maia.

O atual presidente do PSDB municipal, que já fez parte do Partido dos Trabalhadores, disse que o seu ciclo com o petismo está inegociável, e disse que a atual situação do PT é um fake news.

“Eu fui criado dentro, e é um fake news. Lula é um grande fake news, ele não está inocentando, eu acho inclusive, eu não sei se Lula será candidato. Uma coisa é você ganhar no primeiro turno, outra coisa é você ir com 34% com risco de agredir o ‘mito Lula’, de perder uma eleição, e ter a sua dignidade questionada. Ele vai ter que enfrentar o juiz Moro, que é frio, vai ter que pegar Ciro nos peitos, eu acho que Lula não tem coragem de enfrentar isso”, afirmou o sobrinho de Luiza Maia.

Otaviano inclusive disse que foi da escola petista, e que no partido ele aprendeu a fazer coisas que depois ele se mesmo questiona, pois segundo ele é muita maldade.

0 0 votos
Article Rating