Fontes ligadas ao portal Bahia No Ar, informaram na tarde desta terça-feira, 27, que o vereador Oziel Araújo, deverá recorrer da decisão que o afastou da Câmara Municipal de Camaçari, por 90 dias (podendo ser prorrogada por mais 90).

A decisão, assinada pelo juiz de Direito César Augusto Borges de Andrade, determinou, o “afastamento imediato de Oziel Araújo, das funções de Presidente do Legislativo e do cargo de Vereador”. A solicitação foi feita recentemente à Justiça pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), que o denunciou, bem como a outros 19 parlamentares da Câmara de Camaçari, de integrar esquema fraudulento que alterava o destino de verba pública via procedimento ilícito.

O documento ainda traz uma lista que, além dos nomes dos vereadores acusados de participar da fraude, apresenta a identificação de servidores que teriam sido orientados pelos parlamentares a devolver parte do salário aos edis.

0 0 voto
Article Rating