Para não morrer, médico é obrigado a sair escondido de UPA em Camaçari

Fato ocorreu na UPA de Vila de Abrantes, agressor estava armado e era acompanhante de um paciente.

upacamacari2.jpg

Além de enfrentar problemas de estrutura para atender pacientes, os médicos que atuam no município de Camaçari, enfrentam um vilão ainda maior, que é a falta de segurança. Recentemente um médico que atende na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Abrantes, sofreu graves ameaças durante um atendimento e precisou sair escondido da unidade de saúde para preservar a própria vida.

O caso veio à tona na manhã desta quinta-feira, 19, no programa Acorda Bahia, na Rádio Sucesso FM (93,1) durante entrevista ao radialista Roque Santos, o médico Yang Oyama Mascarenhas Fonseca, deu detalhes sobre os momentos de horror vividos pelo colega de profissão.

Segundo Yang, enquanto atendia o paciente que chegou na unidade vítima de traumatismo cranioencefálico, o médico que não terá o nome divulgado, foi constantemente ameaçado pelo acompanhante do mesmo. Segundo relatos da equipe, o rapaz que estava em estado grave, havia caído da carroceria de um carro, após o próprio irmão arrastar o veículo. Ele recebeu os primeiros cuidados para ser transferido para outra unidade de saúde.

Após  diversas ameaças, o homem que acompanhava o ferido, saiu do local avisando ao médico e a sua equipe que voltaria. Minutos depois ele retornou a UPA e desta vez estava em posse de uma arma de fogo. De acordo com funcionários que trabalham no local, o acusado avisou que estava “caçando” o médico que fez o atendimento já citado. Para preservar a vida o médico conseguiu se esconder em uma sala do setor da Enfermagem e durante uma distração do agressor conseguiu sair da unidade escondido, entrar no seu veículo e fugir do local.

Ainda de acordo com funcionários da UPA, o suspeito permaneceu ainda, por algum tempo ao redor unidade de saúde, o que provocou pânico em todos que estavam no local. No dia após o ocorrido o médico registrou um boletim de ocorrência na 26ª Delegacia Territorial (DT/Vila de Abrantes). Informações chegadas ao portal Bahia No Ar, dão conta que o autor das ameças, seria o vocalista da banda de pagode, O Troco, Mário Brasil.

Numa rede social o médico ameaçado, comentou o fato, fez uma alerta para a falta de segurança da categoria e pediu apoio das entidades médicas.

WhatsApp-Image-20160519 (1)

 

 

print médico 02

 

https://soundcloud.com/bahia-no-ar-bahianoar-com/entrevista-com-doutor-yang-fonseca

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*