Paulista critica água na Bahia e ataca baianas: “sei porque usam turbante”.

Uma postagem no último domingo (13), caracterizada por internautas como xenofóbica (aversão a pessoas de outros lugares), sobre a Bahia, levou a dermatologista paulista Adriana Awada a apagar da rede social logo surgirem as primeiras críticas no instagram. A médica, conhecida nacionalmente em sua especialidade, criticou a qualidade da água na Bahia e não satisfeita, ainda justificou o por que as baianas usarem turbante.

“Uma semana lavando os cabelos na água da Bahia, foi uma das piores coisas que os meus fios já viram! Ficaram duros, com aspecto de sujo, difíceis de pentear, textura quase melecada, enfim, cruel demais!”, contou a dermatologista na rede social.

dermatologista
“Passei os últimos quatro dias usando rabo de cavalo e todos os produtos que tive acesso!!! Agora já sei porque as Baianas usam turbante!!! Precisamos nos internar no salão, lavar muito, hidratar para que eles voltassem ao norma!!!”.
A postagem da médica, que já foi apagada da rede social, gerou uma onda de revolta entre alguns internautas.

Awada é filiada ao Conselho Regional de Medicina de São Paulo, a Associação Médica Brasileira e também é Filiada à Associação Paulista de Medicina.