Cerca de 72% dos entrevistados que fizeram parte de um novo levantamento do Datafolha, divulgado no sábado (30), desaprovam o pensamento defendido pelo presidente Jair Bolsonaro de que é preciso armar as pessoas para que não sejam escravizadas por governantes.

O mandatário brasileiro proferiu o referido desejo durante uma reunião ministerial datada no dia 22 de abril, cuja gravação em vídeo foi divulgada por ordem do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu quero todo mundo armado. Que povo armado jamais será escravizado”, pontuou o presidente à época.

A pesquisa apontou ainda que, 24% dos ouvidos estão de acordo com a declaração de Bolsonaro, 2% não concordam nem discordam e outros 2% não souberam responder.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ela foi realizada com 2.069 entrevistados, por telefone, entre os dias 25 e 26 de maio.

0 0 voto
Article Rating