Pesquisada realizada pelo GGB aponta que a cada 19 horas um LGBT é assassinado

Cerca de 52% dos homicídios contra LGBT do mundo ocorrem no Brasil

Um levantamento de dados realizado pelo Grupo Gay da Bahia, aponta que entre 1º de janeiro e 10 de abril, o Brasil teve 128 mortes violentas contra LGBTs. Isso significa que a cada 19 horas um LGBT é assassinado no país.

Segundo o GGB, os dados da violência divulgados pelo site são reveladores de que o Brasil é um país culturalmente “insalubre” para viver a diversidade LGBT. Cerca de 52% dos homicídios contra LGBT do mundo ocorrem no Brasil.

“São 47 gays, 26 lésbicas, 3 bissexuais, 31 travestis, 17 mulheres trans, 1 homem trans, 2 bissexuais todos vítimas do ódio que é a homofobia que mata indistintamente, como é o caso do registro de dois heterossexuais assassinados apenas por se parecerem com homossexuais”, narra o grupo baiano.

“É absurdo que tio, pai, irmão não possam mais demonstrar afeto entre si, sem serem massacrados como se fossem gays”, frisa Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia.

 

Leia também:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*