PMs adiam greve e marcam nova negociação para outubro

A categoria busca a regulamentação da lei periculosidade, aprovada há 18 anos.

Foto: Divulgação

Os policiais e bombeiros militares definiram um último prazo para que o governo tente negociar com a categoria: 8 de outubro. A decisão foi tomada hoje (11), após assembleia realizada na Adelba. A categoria busca a regulamentação da lei periculosidade, aprovada há 18 anos, segundo a Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra).

A assessoria do deputado e representante da Aspra, Soldado Prisco, afirmou que será feita uma carreata ainda hoje para pressionar o governo a abrir um canal de negociação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*